Fundamentos da Experiência Psicanalítica

1. Periodicidade
Oferta ENSP - Regular - Anual
Previsão de divulgação do edital e processo seletivo: 2º semestre de 2017
Previsão de Início do Curso: Março/2018

2. Objetivo Geral
. Contribuir para uma perspectiva crítica ante a práxis que se exerce nos espaços institucionais de trabalho.
. Propiciar aos participantes uma reflexão sobre os conceitos fundamentais na abordagem do trabalho clínico da psicanálise.
. Fornecer referências teóricas que orientem as ações na atenção à saúde, em especial, na saúde dos trabalhadores em ambulatórios da rede pública de saúde.

3. Objetivo Específico
Identificar, ao final do curso, a aquisição dos conceitos fundamentais da psicanálise no exercício de sua práxis.

4. Justificativa
A oferta desse curso criada em 2005 possibilitou de fato uma demanda. A articulação da reflexão teórica ao trabalho clínico propriamente dito demarcou a diferença com outros cursos oferecidos na área de saúde mental e áreas afins no âmbito da ENSP. O curso está organizado ao longo do ano na forma de encontros semanais de modo a propiciar tempo necessário aos participantes para a leitura do conteúdo indicado; seu objetivo é fornecer subsídios a profissionais que atuem principalmente no setor público de saúde, em especial na área de saúde mental e ou no atendimento psicológico de trabalhadores (e seus familiares).
O perfil da clientela esperado são profissionais de nível superior que articulem o exercício de seu trabalho (clínico) ao saber da psicanálise. Especialmente, médicos, psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais, enfermeiros, terapeutas ocupacionais.

5. Concepção Pedagógica
O curso se orienta no estudo de conceitos fundamentais da psicanálise (Freud e Lacan), cujo o campo é reconhecidamente necessário na atenção à saúde pública, sobretudo no restabelecimento para o sujeito da decifração de seu sofrimento psíquico. O ensino de Freud e Lacan, nessa perspectiva, é uma referência fundamental com o qual nos perfilamos. Ao visar o estudo de conceitos fundamentais da psicanálise o curso pretende instrumentalizar o aluno no exercício da práxis (teoria e prática política) no âmbito da atenção em saúde.
Esse curso, inscrito sob a designação de ?atualização?, pretende contribuir para a reflexão de alguns impasses da experiência psicanalítica no atendimento ambulatorial, muito frequentemente, atribuídos aos percalços do trabalho em ambulatório, tais como ?a entrada no tratamento? e ?o final do tratamento?.
O curso está organizado em seminários (seminários de leituras de textos psicanalíticos e seminários clínicos), conferências sobre temas específicos com profissionais convidados de outras instituições. - Seminários de leituras de textos psicanalíticos: consiste na reflexão sobre textos principalmente de Sigmund Freud e Jacques Lacan no que concerne ao tema proposto. Propomos, para este ano, três temas considerados fundamentais na abordagem da experiência psicanalítica: o sujeito, o desejo e o saber inconsciente, a direção do tratamento e as estruturas clínicas;
- Seminários clínicos: consiste na leitura de casos clínicos (clássicos da psicanálise);
- Trabalho de final de curso (em forma de trabalho escrito): deverá versar sobre um tema de interesse do aluno a partir de questões elaboradas durante o curso;
- Jornadas: apresentação pública por parte dos alunos dos trabalhos de final de curso em forma de mesa-redonda, cuja coordenação contará com um professor convidado.

6. Sistema de Avaliação
Será fornecido aos participantes que apresentarem frequência igual ou superior a 80% (oitenta por cento) do curso e obtiverem nota igual ou superior a 7 (sete) ou Conceito C na avaliação do trabalho escrito.

1. OBJETIVOS DO CURSO
1.1 Contribuir para uma perspectiva crítica ante a práxis que se exerce nos espaços institucionais de trabalho; 1.2 Propiciar aos alunos uma reflexão sobre os conceitos fundamentais da psicanálise na abordagem da demanda na rede pública de saúde; 1.3 Fornecer referências teóricas que orientem as ações na atenção à saúde, em especial, na saúde dos trabalhadores em ambulatórios da rede pública de saúde.

2. PERFIL DO CANDIDATO
2. Profissionais de nível superior que articulem o exercício de seu trabalho (clínico) ao saber da psicanálise. Especialmente: médicos, psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais, enfermeiros, terapeutas ocupacionais

3. DESCRIÇÃO DO CURSO
3. O curso se orienta no estudo de conceitos fundamentais da psicanálise (Freud e Lacan), cujo o campo é reconhecidamente necessário na atenção à saúde pública, sobretudo no restabelecimento para o sujeito da decifração de seu sofrimento psíquico. O ensino de Freud e Lacan, nessa perspectiva, é uma referência fundamental com o qual nos perfilamos. Ao visar o estudo de conceitos fundamentais da psicanálise o curso pretende instrumentalizar o aluno no exercício da práxis (teoria e prática política) no âmbito da atenção em saúde. Esse curso, inscrito sob a designação de ?atualização?, pretende contribuir para a reflexão de alguns impasses da experiência psicanalítica no atendimento ambulatorial, muito frequentemente, atribuídos aos percalços do trabalho em ambulatório, tais como: ?a entrada no tratamento? e ?o final do tratamento?. O curso está organizado em seminários (seminários de leituras de textos de psicanálise e seminários clínicos), conferências sobre temas específicos com profissionais convidados de outras instituições. Finalizaremos com uma Jornada dedicada a apresentação dos trabalhos de final de curso dos participantes. . ? Seminários de leituras de textos de psicanálise: consiste na leitura e reflexão sobre textos, principalmente de Sigmund Freud e Jacques Lacan, no que concerne ao tema proposto. Para a ?direção do tratamento? será estudado: hipótese diagnóstica e diagnóstico diferencial (estruturas), a interpretação e as respostas do analista, o desejo do psicanalista. No que concerne ao ?sujeito da psicanálise? será estudado: o sintoma analítico, o desejo inconsciente, a repetição, a transferência, a pulsão (amor e gozo), a angústia e o objeto a. ? Seminários clínicos: consiste na leitura de casos clínicos (clássicos da psicanálise); ? Trabalho de final de curso (em forma de trabalho escrito): deverá versar sobre um tema de interesse do aluno a partir de questões elaboradas durante o curso; ? Jornadas: apresentação pública por parte dos alunos dos trabalhos de final de curso em forma de mesa-redonda, cuja coordenação contará com um professor convidado.

4. VAGAS
4. Serão oferecidas 15 (quinze) vagas.

5. REGIME E DURAÇÃO
5. O curso, com carga horária total de 100 (cem) horas, sendo 88 (oitenta e oito) horas presenciais e 12 (doze) horas para elaboração do TCC, será ministrado uma vez por semana, às quintas-feiras, das 9h às 12h15min.

6. INSCRIÇÃO
6. O período de inscrição é de 14/11/2017 a 30/01/2018.

7. SELEÇÃO
7. A seleção dos alunos será realizada em duas etapas, no período de 21/02/2018 a 08/03/2017 e dela constará a análise do curriculum vitae e a entrevista do candidato. A análise do Curriculum vitae é parte integrante da entrevista, quando o candidato terá oportunidade de comentar o percurso de sua experiência e de seu interesse no exercício de seu trabalho (clínico) com saber da psicanálise.

9. MATRÍCULA
9. Os candidatos selecionados deverão efetuar a matrícula pessoalmente no período de 14/03/2018 a 16/03/2018, no Serviço de Gestão Acadêmica Lato Sensu e Qualificação Profissional, localizado na rua Leopoldo Bulhões,1480, Manguinhos, edifício Joaquim Alberto Cardoso de Mello, 1º andar, sala 105, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 16h30min ou via correios por Sedex (vide item 13).

1. Objetivo do Curso
- Contribuir para uma perspectiva crítica ante a práxis que se exerce nos espaços institucionais de trabalho;
- Propiciar aos participantes uma reflexão sobre os conceitos fundamentais na abordagem do trabalho clínico da psicanálise;
- Fornecer referências teóricas que orientem as ações na atenção à saúde, em especial, na saúde dos trabalhadores em ambulatórios da rede pública de saúde.

2. Perfil do Candidato
Profissionais de nível superior que articulem o exercício de seu trabalho (clínico) ao saber da psicanálise. Especialmente: médicos, psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais, enfermeiros, terapeutas ocupacionais.

3. Descrição do Curso
O curso se orienta no estudo de conceitos fundamentais da psicanálise (Freud e Lacan), cujo o campo é reconhecidamente necessário na atenção à saúde pública, sobretudo no restabelecimento para o sujeito da decifração de seu sofrimento psíquico. O ensino de Freud e Lacan, nessa perspectiva, é uma referência fundamental com o qual nos perfilamos. Ao visar o estudo de conceitos fundamentais da psicanálise o curso pretende instrumentalizar o aluno no exercício da práxis (teoria e prática política) no âmbito da atenção em saúde.
Esse curso, inscrito sob a designação de atualização, pretende contribuir para a reflexão de alguns impasses da experiência psicanalítica no atendimento ambulatorial, muito frequentemente, atribuídos aos percalços do trabalho em ambulatório, tais como: a entrada no tratamento e o final do tratamento.
O curso está organizado em seminários (seminários de leituras de textos psicanalíticos e seminários clínicos), conferências sobre temas específicos com profissionais convidados de outras instituições. Finalizaremos com uma Jornada dedicada a apresentação dos trabalhos de final de curso dos participantes.
- Seminários de leituras de textos psicanalíticos: consiste na reflexão sobre textos principalmente de Sigmund Freud e Jacques Lacan no que concerne ao tema proposto. Propomos, para este ano, três temas considerados fundamentais na abordagem da experiência psicanalítica: o sujeito, o desejo e o saber inconsciente, a direção do tratamento e as estruturas clínicas;
- Seminários clínicos: consiste na leitura de casos clínicos (clássicos da psicanálise);
- Trabalho de final de curso (em forma de trabalho escrito): deverá versar sobre um tema de interesse do aluno a partir de questões elaboradas durante o curso;
- Jornadas: apresentação pública por parte dos alunos dos trabalhos de final de curso em forma de mesa-redonda, cuja coordenação contará com um professor convidado.

4. Vagas
Serão oferecidas 12 (doze) vagas.

5. Carga Horária Total do Curso
O curso, com carga horária total de 100 horas, será ministrado uma vez por semana, às quintas-feiras, das 9h às 12h15min.
Local da realização do curso: dependências da ENSP ( CESTEH )
Início do curso: 16/03/2017
Período de elaboração do TCC: 26/10/2017 a 09/11/2017
Término do curso: 16/11/2017 (data de apresentação do TCC na jornada)

6. Inscrição
Período 12/12/2016 a 23/01/2017.

7. Contato SECALato
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Serviço de Gestão Acadêmica - SECALato
Rua Leopoldo Bulhões, 1480
Prédio Joaquim Alberto Cardoso de Melo - Sala 106
Manguinhos - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 21.041-210
Ligação gratuita: 08000-230085
Tel.: (21) 2598-2318
E-mail: pseletivo@ensp.fiocruz.br
Horário de atendimento ao público: 8h30min às 16h30min
Homepage: http://ensino.ensp.fiocruz.br